sexta-feira, outubro 23, 2015

5 questões 'simples' que a ciência ainda não explicou

Discovery

1 | 5 - Como o magnetismo funciona?

Crédito da imagem: Clatre Cordler/Getty Images 

O magnetismo é bastante conhecido por nós e você provavelmente já o estudou na escola, mas ele ainda é um mistério para a ciência de muitas maneiras. Não temos uma explicação razoável, por exemplo, por que partículas carregadas com eletricidade criam um campo magnético forte o suficiente para afastar coisas fisicamente delas? Ou então, quando o fazem, por que exatamente elas se alinham em dois polos, norte e sul? A questão é tão complicada que o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) tem um laboratório inteiro dedicado a pesquisar o magnetismo. Nós sabemos que ele existe e temos uma boa ideia do que ocorre, o suficiente para usarmos isso em nosso benefício. Mas o fato é que o fenômeno ainda não é totalmente compreendido por nós.

2 | 5 Por que girafas têm pescoço longo?

Crédito da imagem: Ann & Steve Toon/Getty Images

 Você já deve ter ouvido falar que existiam girafas de pescoço curto e girafas de pescoço longo, e a evolução fez com que apenas as girafas de pescoço longo sobrevivessem e se tornassem o animal mais alto do planeta. Mas a verdade é que pescoços longos não oferecem quase nenhuma vantagem às girafas, porque elas se importam mais com o tipo de folha que comem do que com a altura que ela está. Por isso, não há um consenso sobre o que teria de fato influenciado que esses animais evoluíssem com pescoços longos. De fato, o pescoço longo é uma desvantagem em muitas situações. A girafa precisa afastar as pernas da frente e abaixar lentamente para conseguir beber água, por exemplo. Ela também costuma dormir de pé, já que demoraria muito para levantar com seu longo e grande corpo, caso um predador apareça. Até hoje, não há uma explicação satisfatória para o longo pescoço das girafas.

3 | 5 Como pássaros migram?

Crédito da imagem: Johann Schumacher/Getty Images

 Sabemos que os pássaros migram para botar seus ovos ou para escapar de climas desfavoráveis, procurando um ambiente seguro para a reprodução. Mas ninguém explica exatamente como eles fazem isso. Imagine só: um cuco viaja milhares de quilômetros para depositar seus ovos nos ninhos de outras aves (o cuco é uma espécie de “parasita social”) e depois voa de volta para sua terra natal. Quando seus filhotes crescem, voam de volta para a região de sua mãe, sem ajuda de ninguém. Incrível, não? Os cientistas acreditam que os pássaros possuam algum tipo de bússola interna baseada nas estrelas e no campo magnético da Terra. O problema é que uma bússola pode apenas guiá-lo para uma direção, mas não pode dizê-lo onde exatamente parar.

4 | 5 Como exatamente funciona a gravidade?

Crédito da imagem: Tara Moore/Getty Images

Isaac Newton estudou a gravidade há mais de 350 anos, mas até hoje ela ainda é um mistério em muitos sentidos. Para se ter ideia, conhecemos a partícula mediadora de três das quatro forças fundamentais do universo: eletromagnetismo, força nuclear fraca, força forte. Só não sabemos a da gravidade. Acredita-se que o graviton seja essa partícula, mas ainda estamos longe de comprovar essa hipótese. Outro ponto interessante sobre a gravidade é que ela é, de longe, a mais fraca das quatro forças fundamentais. Pense que basta um pequeno pulo para que você consiga vencer, por um segundo, toda a força gravitacional que o planeta exerce sobre você. Isso tudo torna a gravidade ainda mais interessante e difícil de ser estudada em laboratório.

5 | 5 O que são os sonhos?

Crédito da imagem: R. Nelson/Getty Images

 Todos nós sonhamos todas as noites, mesmo que você não se lembre. O que torna os sonhos algo bastante comum em nossas vidas, mas ainda assim muito misterioso. Apesar de todos os esforços dos cientistas modernos, até hoje não sabemos exatamente porque nosso cérebro decide projetar imagens malucas durante a noite. Há quem diga que são apenas imagens aleatórias sem nenhum propósito, enquanto outros acreditam que os sonhos tenham um significado profundo. Mas são apenas chutes. O que quase todos os cientistas concordam, no entanto, é que eles podem revelar muito sobre coisas que estão no fundo da nossa psique.

Nenhum comentário: